quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Achei:
Thereza, com a capa do DVD na mão, explicando à "platéia" o que seria o documentário. Ao começar, o nome Foto In Scena pela primeira vez, nas telas (uau!), amadrinhado por ela!

2 comentários:

Anônimo disse...

Lágrimas nos olhos, coração dilacerado, vazio à minha volta... Perder uma pessoa que a gente ama é mais do que perder um pedaço, é como perder um espaço que não sabemos onde está e no qual colocávamos os nossos pés, na certeza que ali era seguro e firme...
Mas ainda temos uns aos outros e a Thê viverá intensamente dentro de cada um de nós.
Temos de agradecer a Deus por termos tido a oportunidade de ter a sua Luz, seu exemplo de generosidade, alegria, tolerância e amor, a iluminar as nossas vidas. E a certeza que essa Luz nunca mais se apagará nos dará força para aguentar esta imensa dor da falta da sua presença física!

Pirilampa disse...

Vania,
Ela era, pelo o que falou, alguem muito especial, e merecia viver feliz e intensamente, e é uma benção uma morte digna, sem sofrimentos, do que viver limitada por algum motivo qualquer. O importante é o que ela deixou no coração de todos. Tem pessoas que se vão idosas, mas não acrescentam nada pra ninguem, e outras que se vão tão jovens e ficam imortalizadas pelos seus atos.
Sua amiga é assim, alguem inesquecivel.
Beijos
Pirilampa